A Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor,


constituída em 1920, é uma associação de empresários privada e sem fins lucrativos, que tem a sua sede na Covilhã e tem como área de intervenção os concelhos da Covilhã Belmonte e Penamacor.

Quase com um século de existência,
é crucial que a Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor (AECBP) comece definitivamente a cumprir e honrar o desempenho dos seus deveres na prossecução do enriquecimento e competitividade da economia regional e local do território envolvido.

A AECBP possui como missão representar, defender, promover e apoiar os negócios dos seus associados, empresas ou empresários em nome individual, independentemente do seu setor de atividade, de uma forma independente, pautando-se pelos seus princípios de credibilidade, isenção e transparência, de modo a contribuir para um tecido empresarial cada vez mais competitivo, funcionando como uma plataforma de intervenção dos interesses económico- sociais da nossa Região. A Associação tem por fim promover o desenvolvimento das atividades económicas da respetiva região nos domínios técnico, económico, comercial, associativo e outros, e, em especial, assegurar aos seus associados uma crescente participação nas decisões e nos programas que com essas atividades se relacionem.

A Direção da AECBP é constituída por uma equipa estruturada e sólida de empresários da região da Cova da Beira dos mais diversos setores de negócio, e uma equipa interna de trabalho composta por elementos jovens e dinâmicos da área da Indústria Têxtil, Comunicação e Publicidade, Hotelaria e Restauração, Gestão e Finanças e Pequeno Comércio.

Visão

A Visão da AECBP baseia-se na busca da prestação de um conjunto de serviços de elevada e distinta qualidade, pretendendo afirmar-se como uma associação de excelência no apoio ao tecido empresarial local, com vista ao progresso da região.



Valores

• Compromisso com a excelência empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor;
• Visão estratégica inovadora para o conseguimento de novos e eficazes resultados num mundo empresarial regional em declínio;
• Espírito de solidariedade e união das empresas AECBP para uma unidade territorial;
• Dinamismo, entusiasmo e entrega na dinamização de atividades que garantam o sucesso empresarial da região.

Missão

• Cumprir e honrar o desempenho de funções para a prossecução do enriquecimento e competitividade da economia regional e local do território envolvido;
• Reter empresas e pessoas garantindo-lhes condições atrativas para a fixação e desenvolvimento de negócios empresariais na região;
• Traçar um rumo de estabilidade para o mundo empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor;
• Trilhar caminhos mais adaptados às novas realidades, através da aposta numa mudança de paradigma no estabelecimento de relações mais próximas e informais com a rede de associados AECBP e destes com as instâncias de decisão locais, regionais e nacionais, numa desejada e desejável cooperação territorial;
• Delinear cenários de mudança, assentes em novas visões estratégicas, criativas e arrojadas, que se traduzam em ferramentas de trabalho inovadoras que se assumam como verdadeiras oportunidades de sucesso para o futuro empresarial da região;

AECBP ao longo do tempo

A Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor foi fundada em 1920 com a designação de Associação Comercial dos Lojistas. Em 1939, por imperativo legal, transformou-se em Grémio do Comércio do Concelho da Covilhã, por alvará de 19 de Setembro de 1940.
Em 25 de Outubro de 1956, por Alvará do Ministro das Corporações e Providência Social, o Grémio passou a designar-se por Grémio do Comércio dos Concelhos da Covilhã, Belmonte e Penamacor. Foi um passo importante para esta Associação uma vez que a mesma viu alargada a sua área de jurisdição aos concelhos limítrofes, caracterizando-a com objectivos regionais.
Com a revolução de Abril todo o panorama associativo foi alterado e o Grémio deu lugar à Associação Comercial e Industrial dos Concelhos de Covilhã, Belmonte e Penamacor. Os estatutos foram publicados no Boletim do Trabalho e Emprego n.º 35 - 1ª Série de 25 de Setembro de 1977.
Foi, assim, dado um passo fundamental para o desenvolvimento de todo este movimento Associativo que tem promovido a solidariedade, representado condignamente as respectivas actividades empresariais e tem imposto a necessária credibilidade, assim como tem fomentado um são relacionamento e apoio reciproco entre os Associados e a Associação.
Em 1983 adquiriu o edifício onde está instalada, o que tem permitido a execução de uma panóplia de actividades. No dia 10 de Janeiro de 1995 foi publicado no Diário da República a concessão da declaração de utilidade pública.
A 3 de Maio de 2001, por alteração deliberada em assembleia geral extraordinária, a Associação Comercial e Industrial dos Concelhos de Covilhã, Belmonte e Penamacor passou a denominar-se Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor - AECBP.

Presentemente a Associação tem vindo a reorientar os seus vectores estratégicos tendo em conta as alterações no tecido empresarial, tirando partido da sua tradição ajustando-a aos novos tempos criando, assim, novos serviços orientados no sentido da modernização dos mesmos.
Desde Março de 2002, que a AECBP passou a dispor de um Centro de Formação, sito na Av. 25 de Abril, n.º 62, Covilhã, onde se desenvolvem todas as actividades formativas da AECBP.
Isto porque se torna necessário assegurar toda a prestação de serviços de apoio e assistência técnica. Como a realidade se altera a cada minuto que passa impõe-se a criação de novas soluções para problemas antigos e mais recentes.
Por isso, temos a preocupação em promover o acesso à informação e em desenvolver um aconselhamento técnico permanente. Tudo para auxiliar os associados e as empresas nas suas tomadas de decisões e orientá-los na candidatura aos inúmeros incentivos existentes, contribuindo deste modo para a criação de emprego e para o desenvolvimento do Interior e da Cova da Beira.